Como Aprender a Pensar, sem ser Filósofo!

O texto que se inicia é a compilação de vários pensamentos.

No nosso site e também no blog, temos procurado trazer informações relevantes, sobre economia, empréstimos e finanças. Porém existe algo que não paramos para pensar. Na correria do dia a dia, somos envolvidos por diversos pensamentos e ações de terceiros que impactam diretamente nossas vidas, tanto profissionais, como pessoais.

 

Sem entrar nas discussões, podemos ser manipulados

Atualmente está em discussão várias medidas para melhorar a economia, iniciando pela reforma da previdência, que “consome” recursos da economia. Em contrapartida, é esquecido que esses mesmos aposentados movimentam empresas financeiras, lar de idosos, indústria farmacêutica, etc. Nunca é falado da importância deles na economia, citam apenas como se fossem um fardo. “Vagabundos e Vagabundos Remunerados”, expressões pejorativas para falar de pessoas que contribuíram com esmero pelo bem da nação.

Claro que existem exceções, até mesmo corruptos se aposentam, mesmo possuindo um histórico vergonhoso, continuam recebendo salário. Muitos foram aposentados compulsoriamente após constatação de desvios de dinheiro público.

Essa situação pode ser ainda pior, no caso se verificarmos corruptos na ativa, vários passando por honestos. Tentando a todo custo, tirar direitos, afirmando o contrário. Até mesmo presidindo conselhos de moral e ética que não possuem. Também temos bandidos presidindo comissões de direitos humanos!

 

 

 

Saindo da “Matrix” com conhecimento

Atualmente as pessoas estão despertando de uma hipnose coletiva, mas mesmo assim, possuímos muitos que estão em prisões mentais e não conseguem a liberdade. São constantemente bombardeadas com ideias de cunho ideológico, para continuarem pensando que o governo é a solução dos problemas.

O que falar de pessoas presas na mente? Que descaradamente prometem um prato de lentilha, pelo direito futuro e também englobando o presente?

Quando paramos para pensar na manipulação que somos expostos diariamente, em programas de entretenimento, sentimos aversão de imediato.

Pensamos:como podem ter chegado onde estão com tantas mentiras deslavadas, onde o menor dos pensadores já vê em seus discursos intolerância, ódio e desrespeito.

Sim, se aprendermos a pensar, poderemos consertar a asa do avião “Brazil” e tornar ele novamente no nosso bom e amado Brasil.

Pensar no coletivo é difícil, mas pode ser possível, se tentarmos diariamente.

Um excelente dia e parabéns pelo seu trabalho, seja ele qual for.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *