Breve Histórico do Cartão de Crédito

Cartão de Crédito, uma das grandes inovações do Mercado

O Cartão de Crédito tal como conhecemos, possui menos de um século de vida.

Inicialmente surgiu na década de 50 nos Estados Unidos, mesmo o conceito sendo utilizado por alguns comércios desde a década de 20, como por exemplo, os hotéis.

Mas foi por intermédio de um restaurante dos Estados  Unidos, que o executivo Frank MacNamara, após esquecer dinheiro e talão de cheques, teve que assinar a conta para garantir o pagamento no próximo dia. Esse foi o embrião para a criação do cartão de crédito, pela percepção de outra alternativa, além do cheque e do dinheiro.

Com isso surge o primeiro cartão de crédito o Diners Club Card, inicialmente aceito por 27 restaurantes e com 200 clientes. No início era um cartão de papel, com o nome do cliente de um lado e do outro o nome dos estabelecimentos onde era aceito. A partir de 1955 é que começou a ser feito de plástico.

 

Quando surgiu no Brasil?

No Brasil, surgiu em 1954, através de uma parceria entre um empresário Tcheco e um emprésário brasileiro, o primeiro era Hanus Tauber e o Segundo Horácio Klabin. Inicialmente foi criado um cartão de compras e não de crédito.

Atualmente temos diversas opções de cartão de crédito, até mesmo exclusivos.

 

Cartão de Crédito de Graça?

Também foram criados cartões sem anuidade e com custos zero para o cliente, mas neste caso o ônus reverte ao comércio. Mas o risco maior nesta modalidade, se houver inadimplência, e pagar apenas o mínimo da fatura, os juros são maiores do que os cartões normais, acelerando o processo de endividamento.

 

Uma Alternativa!

Pensando nisso foi ajustado que sempre que o cliente entrar no rotativo, deve ser apresentado o parcelamento do saldo devedor ou até mesmo quitação em parcela única.

Mas mesmo com toda essa alteração, se a pessoa optar em continuar no rotativo, pagará juros maiores inclusive que o cheque especial.

 

Existe um Cartão de Crédito com Juros Baixos?

Dentre as últimas inovações, foi criado o cartão de crédito consignado, com juros baixos e juros fixos, hoje na ordem de 3,06% ao mês, segundo a . Outra opção neste caso é a opção de pré saque, podendo ser sacado o valor em dinheiro, e pagar as parcelas limitadas a 5% ao mês.

Esse empréstimo é solicitado separado do crédito consignado normal, dando a opção da pessoa ficar em débito apenas com 5% da folha.

 

Será que há outras possibilidades no Mercado Financeiro?

Provavelmente temos muitas novidades no mercado financeiro brasileiro, pois empresas como a Perto S.A. consideram que o Brasil ainda possui muitos serviços que ainda podem ser explorados no Brasil.  Isso pode ser constatado também através do surgimento de empresas inovadoras no setor, e o cartão de crédito não poderia ficar de fora do movimento das FINTECHS.

Em termos de inovação, um bom exemplo é que o cartão consignado, já pode ser solicitado totalmente como empréstimo consignado online, o que facilitou para que mais pessoas tenham acesso a esse benefício.

 

Fonte: Infoescola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *